NATAL | Participantes do projeto Direitos Sociais e Saúde recebem certificados

Rogéria Araujo

Os cursistas de Natal, no Rio Grande do Norte, que fazem parte do projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política, receberam no último domingo, 19 de junho, os certificados de participação referentes às formações com módulos, palestras motivacionais e curso aprofundado que ocorreram ao longo de um ano. Em Natal, o projeto envolve agentes da Pastoral de Saúde do Parque das Dunas e Parque dos Coqueiros, além de lideranças locais.

O objetivo do projeto é contribuir para a melhoria do acesso dos grupos mais vulneráveis aos serviços de saúde pública (SUS), assegurando que os princípios e recursos estabelecidos na Constituição Federal para o direito à saúde pública de qualidade sejam garantidos para reduzir as desigualdades de acesso ao sistema de seguridade social.

Ao longo deste ano – compreendendo junho de 2015 a junho de 2016 – foram realizados quatro módulos de formação. A saber, Módulo I: “A saúde e a proteção social como direito”; Módulo II: “Financiamento, Proteção Social e o SUS”, Módulo III: “Ameaças atuais, privatização e terceirização – SUS e as reformas”; e o Módulo IV: “Conselhos de Saúde e Participação Social”; além de palestras motivacionais e Curso Aprofundado sobre

Elitânia Fortes, que participou dos módulos de formação, afirmou – durante a solenidade de entrega dos certificados – que o conhecimento ajuda muito a fortalecer o agente da Pastoral. “Com certeza sairemos destes módulos com mais bagagem, mais conhecimento para passar para os outros. Foram momentos de muito aprendizado, sem dúvida. Saber mais sobre saúde é muito importante para nós e o projeto nos trouxe isso”, afirmou.

Luiz Bassegio, coordenador geral do projeto, falou sobre o valor político que se adquire através dos módulos de formação, afirmando que é sempre bom estarmos em alerta para termos nossos direitos assegurados.”Quem pode comprar arroz e feijão? Quem tem dinheiro. É isso que muita gente quer que aconteça com a saúde, que este direito vire uma mercadoria, quando é um direito básico. Não podemos deixar isso acontecer. Então temos esse compromisso de lutar pelos nossos irmãos e irmãs que precisam desse direito”, falou. Por fim, parabenizou cada um e cada uma que esteve presente para receber o certificado.

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política é cofinanciado pela União Europeia, com apoio da Agência Católica para Cooperação Internacional da Inglaterra e país de Gales. No Brasil, o projeto é executado pelo Grito dos/as Excluídos/as Continental, Pastoral da Saúde, Pastorais Sociais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Comissão Brasileira da Justiça e da Paz (CBJP) e parceria da rede Jubileu Sul Brasil.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Puedes usar estas etiquetas y atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>