Natal – Palestra sobre gênero discute papeis de mulheres e homens na sociedade

Rogéria Araujo

“A gente vê que muitas mulheres sofrem com essa coisa da desigualdade e, muitas vezes, não têm com quem conversar. Achei muito boa essa iniciativa de poder conversar sobre isso”, afirmou Francinete.

Perceber como se constroem os papeis de homens e mulheres na sociedade, como as desigualdades em vários campos vão se incorporando e quais as consequências disso foram alguns dos pontos que levaram o grupo a muitas reflexões e debates. Com assessoria da socióloga e secretaria executiva da rede Jubileu Sul Brasil, Rosilene Wansetto, o grupo participou de dinâmicas, debateu o tema coletivamente e partilhou, ao final, as impressões e opiniões sobre o tema.

“Percebemos que o tema dos direitos das mulheres, de gênero, que envolvem não só as mulheres, mas os homens também, é um desafio ainda pra trabalhar e ampliar o debate. O grupo foi bastante participativo trazendo exemplos do cotidiano, de diferença entre homens e mulheres no mercado de trabalho, na vida doméstica. São questões bem necessárias para os dias de hoje para a construção de uma sociedade juste e fraterna envolvendo homens e mulheres. Para mim foi bem gratificante”, afirmou Rosilene Wansetto.

O projeto

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política é cofinanciado pela União Europeia e tem apoio da Agência Católica de Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (Cafod). É executado pelo Programa Justiça Econômica, do qual fazem parte o Grito dos/as Excluídos/as Continental, Pastoral Social, Pastoral da Saúde, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, contando com o apoio da rede Jubileu Sul Brasil. O principal propósito deste projeto é, através de formação e incidência política, garantir melhor acesso e informação sobre o sistema de saúde pública do Brasil para populações vulneráveis.

Para mais informações:
Rogéria Araujo (85) 99619.2566 (Whats) |www.direitosociais.org.br | Facebook: Programa Justiça Econômica

O conteúdo deste material é de responsabilidade exclusiva do Programa Justiça Econômica, não podendo, em caso algum, dizer que representa a opinião da União Europeia.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Puedes usar estas etiquetas y atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>