Em Natal, Audiência Pública que pediu melhorias na UBS já tem primeiros resultados

Rogéria Araujo

A Audiência Pública foi promovida pelo projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política e contou com a parceria do Conselho Local da Unidade Básica de Saúde da Família e da Pastoral da Saúde da Arquidiocese de Nata, além dos moradores e lideranças da região.

De acordo com o coordenador local, Nilton Minora, estas audiências expressam as demandas da população que, de forma organizada, buscam por seus direitos. “Acredito que o projeto tem feito seu papel. Tudo isso, a mobilização, a força de vontade, são resultados das formações que ao longo de quase um ano e meio estamos fazendo em algumas localidades da Zona Norte de Natal. Sem falar da forte parceria que temos com a Pastoral da Saúde da Arquidiocese, sem dúvida fundamental neste processo”, disse.

Nilton explicou ainda que a UBS funcionava apenas com um clínico geral e que depois da Audiência, dois profissionais foram transferidos para a Unidade. Assim, com três médicos a situação melhora para a população. Este foi um dos compromissos firmados pelos participantes da Audiência, que aconteceu na própria UBS.

Além da ampliação do quadro médico, a Audiência tirou como compromissos: a reforma e Ampliação da UBS do Parque das Dunas, a instalação de um consultório odontológico e a formação de comissões formadas por moradores do bairro para acompanhar todo o cumprimento dos compromissos.

Conforme foi informado, o projeto de reforma e ampliação da UBS está prevista dentro do programa federal “Requalifica”. Outra proposta apresentada, foi a Emenda Parlamentar dos Vereadores do Município de Natal-RN, para resolver a situação de reforma e ampliação das unidades de saúde do município. Com relação à instalação de Consultório Odontológico, ficou decidido, que o mesmo só poderá ser instalado, logo depois da ampliação da Unidade de Saúde, quando haverá espaço calculado no projeto.

A carta compromisso foi entregue ao Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores do Município de Natal-RN e autoridades da Secretaria de Saúde do Município de Natal-RN. “Agora cabe à comunidade e a nós acompanhar todo este processo até o final, sempre atentos aos nossos direitos. Acho que tudo se encaminhará da melhor maneira possível”, disse Nilton. Confira, em anexo, a carta compromisso.

O projeto

O projeto é cofinanciado pela União Europeia e tem apoio da CAFOD (Agência Católica para a Cooperação Internacional de Inglaterra e país de Gales). O projeto será implementado no Brasil nos próximos três anos por quatro entidades parceiras do Programa Justiça Econômica: Grito dos Excluídos Continental, as Pastorais Sociais da Conferência Nacional dos Bispos de Brasil (CNBB), a Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP) e a Pastoral da Saúde Nacional. Conta com a parceira da rede Jubileu Sul Brasil.

Para mais informações: coord.direitosesaude@gmail.com | Whatsapp: (85) 99619.2566 (Rogéria Araújo) | Facebook: Programa Justiça Econômica | www.direitosociais.org.br

“O conteúdo deste documento é da responsabilidade exclusiva do Programa Justiça Econômica, não podendo, em caso algum, considerar-se que reflete a posição da União Europeia”

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Puedes usar estas etiquetas y atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>