Direitos Sociais

http://direitosociais.org.br

Parceiros

CAFOD JubileoSul
Pastorais Sociais Grito de los Ecxluídos/as Commisao Barileira Pastoral Saudade

Com apoio da

UE

2019: Muitos de desafios, mais resistências!

Este ano que chega ao fim, com certeza, não foi um ano fácil. Numa retrospectiva breve, nos deparamos com vários momentos de perdas de direitos, de perspectivas desfavoráveis ao povo brasileiro, de retrocessos que jamais poderíamos imaginar que assistiríamos em pleno Século XXI que ameaçam os direitos sociais, que ameaçam a democracia do país.

Desafios e Resistência

Mas são justamente nesses momentos mais duros da história que vemos como fomos fortes e atestamos nossa capacidade de ir mais além, de buscar na coragem e na ousadia elementos com os quais quebramos barreiras, rompemos cercas, mudamos realidades, abrimos espaços para debates, nos consolidamos e nos abraçamos na mesma luta. União e resistência são palavras que definem bem o ano do Programa Justiça Econômica.

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política, que desenvolvemos por três anos com apoio da União Europeia e Cafod, nos proporcionou colocar em prática a proposta que defendemos e na qual atuamos há mais 10 anos: a defesa da Seguridade Social. O tripé Seguridade-Assistência-Saúde é, sem dúvida, a maior proteção que o povo brasileiro precisa ter. E nisso nos debruçamos para conseguir resultados expressivos!

Lançamos a campanha “Sus é Vida” com um esforço coletivo de militantes, agentes, parceiros, assessores…uma grandiosidade de gente que fez valer a pena cada minuto dedicado a este projeto que, sim, foi 100% coletivo!

Para 2019, o cenário é assustador, portanto não menos desafiante. A Emenda Constitucional 95, a que estabelece congelamento nos gastos de saúde e educação por 20 anos é uma das grandes batalhas que vamos enfrentar. Desde já, afirmamos que estamos preparados como Programa, pois lá atrás fizemos uma escolha pela população menos favorecida.

O governo atual já dá sinais do que está por vir. O campo dos direitos sociais parece ser um alvo certo do novo mandato presidencial, a fim de enfraquecer ou desacreditar lutas feitas por movimentos e lideranças históricas que muito contribuíram com a melhoria da vida de milhares de homens e mulheres trabalhadores/as.

Por isso, 2019 exigirá mais de nós. Exigirá mais de nossa união, de nossas forças, resistência e, sobretudo, de nossa sede de justiça. Assim, o Programa Justiça Econômica se prepara para o ano vindouro. Sabemos que não será fácil. Mas nós também não somos! Nem um passo atrás!

Conheça os resultados do projeto Direitos Sociais e Saúde!

Você sabe quais foram os resultados do projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política? Nós listamos aqui os principais dados desta iniciativa que atingiu populações vulneráveis na região do Grajaú e São Bernardo do Campo (São Paulo) e em Natal (Rio Grande do Norte). A mensagem que fica é que, mesmo num cenário bem difícil politicamente, o projeto conseguiu cumprir suas metas. Conseguimos fortalecer a ideia de que o SUS é essencial para todos, por isso a urgência em defendê-lo. Afinal, o SUS é meu, o SUS é seu, o SUS é nosso!

Dados Projeto

Vamos aos dados:

- Conquistas com inauguração, ampliação, reabertura e/ou melhoramentos em 54 equipamentos com resultado das ações do Projeto nos três locais e o entorno do Projeto beneficiando diretamente 1.046.000 pessoas usuários

- 108 AMA/UBS não vão ser fechadas por influência do Projeto beneficiando diretamente 4.536.000 milhões de pessoas usuários

Impactos locais no acesso, qualidade e manutenção dos serviços da saúde

• 10 inaugurações(1 UPA e 1 UBS Natal; 3 UBS Grajaú; 1 Policlínica Alvarenga; 2 UBS, 1 Hospital, 1 URSI nas áreas do entorno do Projeto em São Paulo).
• 14 reaberturas (1 UTI Natal, 3 AMAs Grajaú, 10 AMAs nas áreas do entorno do Projeto).
• 13 reformados, ampliados ou com outras melhorias (5 UBS Natal; 2 UBS Grajaú; 3 UBS, 1 hospital, 1 Centro de Atendimento Psicossocial, 1 Centro de Especialidades Odontológicas Alvarenga).
• 17 incorporados no Plano de Metas (PPA) de São Paulo para melhoramentos (13 UBS Grajaú, 5 UBS na área do entorno do Projeto, São Paulo).

Impactos nacionais mesmo nas dificuldades

• O Projeto contribuiu para a aprovação de 80 propostas sobre saúde pública na XV Conferência Nacional de Saúde (CNS)
• Fortalecimento do papel e voz da igreja católica e sociedade civil no debate sobre direitos sociais
• Viabilização da CPI da Previdência
• Ampliação da debate sobre direitos sociais
• Redução dos impactos mais severos das reformas da previdência nas mulheres e homens mais vulneráveis

Colaboração e participação

• 4.402 pessoas (66 %mulheres) se beneficiaram diretamente do Projeto,
• 3.175 (2097M-1078H) agentes e lideranças formados para participar nos espaços de controle social
• Colaboração com 196 (67M 129H) representantes de 37 redes sociais nacionais e 93 redes sociais locais
• Contato com 418 (212M 2066H) gestores e funcionários do setor de saúde público e privado nacional e local.
• 29.976 visitas a 13.488 famílias vulneráveis pelos agentes do Projeto, oferecendo apoio, solidariedade e orientação para o acesso aos serviços públicos da saúde e direitos sociais.

Formação para controle social

• 618 (421M-197H) pessoas completaram a carga horária para obter o diploma do curso básico em saúde
• 46 (33M 13H) pessoas optaram de repetir o curso mais de uma vez
• 63 pessoas (36M) participantes do projeto eleitas como conselheiros/as em 87 assentos de controle social municipais, estaduais e nacional
• 491 delegados/as (311 M 180 H) participaram nas conferencias municipais, estadual e Nacional como delegados
• Comunicamos com um público estimado de 65.000 pessoas

Vídeo SUS É VIDA continua despertando a população para o valor da saúde pública

O Programa Justiça Econômica encerra este ano de 2018 dando continuidade à campanha SUS É VIDA, cujo vídeo que leva o mesmo nome segue sendo exibido em vários espaços como seminários, palestras, grupos de conselheiros de saúde e encontros em várias cidades brasileiras. A campanha celebra os 30 anos do Sistema Único de Saúde.

Sus é Vida

Neste mês de dezembro, o vídeo foi exibido na Supervisão Técnica do Conselho de Saúde Local de Santana, em São Paulo. E tem se disseminado através do Canal do Youtube “Programa Justiça Econômica”. Para acessá-lo, basta clicar em: https://www.youtube.com/watch?v=L0wksTN-f24

O vídeo é parte integrante da campanha SUS é Vida e conta com a participação da sambista Leci Brandão e dos atores Sérgio Manberti e Celso Frateschi, além de outros usuários e usuárias do Sistema Único de Saúde. No vídeo, os participantes chamam a atenção para o fato de o SUS estar presente no cotidiano de toda a população brasileira – o que muita gente desconhece. Além do vídeo, compõem a campanha spots de rádios, gifs animados e cartazes. Para baixar todas as peças, basta ir em: https://direitosociais.org.br/staticpage/atividades/

Elaborado pela Rede TVT, o vídeo foi realizado como uma ação do projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política, que foi realizado com apoio da União Europeia e Agência Católica para Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (CAFOD).

Página 1 de 3 proxima  última