Direitos Sociais

http://direitosociais.org.br

Parceiros

CAFOD JubileoSul
Pastorais Sociais Grito de los Ecxluídos/as Commisao Barileira Pastoral Saudade

Com apoio da

UE

SBC - Cursistas participam de módulo sobre importância do SUS e o papel do Conselheiro

Você já imaginou sua vida sem o sistema público de saúde? Já pensou no que podemos fazer para melhorá-lo? Cerca de 70% da população brasileira utiliza o Sistema Único de Saúde, isso já evidencia um pouco de sua importância. É sobre isto que vamos conversar neste quarto módulo do Curso Básico em Saúde do projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política.

A atividade acontecerá no próximo dia 3 de fevereiro no Pampas Palace Hotel (Rua Barão do Mauá, 71), em São Bernardo do Campo (SP), das 9h às 17h. A assessoria ficará por conta de José Alexandre, integrante da Associação Paulista de Saúde Popular (APSP). Para Valda Leite, coordenadora local do projeto, este assunto é de extrema importância sobretudo num cenário de desmonte de direitos. “O objetivo desta formação é oferecer mais informações para os participantes, com elementos qualificados para que possam entender e, assim, defender o Sistema Único de Saúde”, afirmou.

O projeto

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política é cofinanciado pela União Europeia e tem apoio da Agência Católica de Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (Cafod). É executado pelo Programa Justiça Econômica, do qual fazem parte o Grito dos/as Excluídos/as Continental, Pastoral Social, Pastoral da Saúde, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, contando com o apoio da rede Jubileu Sul Brasil. O principal propósito deste projeto é, através de formação e incidência política, garantir melhor acesso e informação sobre o sistema de saúde pública do Brasil para populações vulneráveis.

Para saber mais: www.direitosociais.org.br | Facebook: Programa Justiça Econômica
Emails: coord.direitosesaude@gmail.com | comunica.direitosesaude@gmail.com

O conteúdo deste material é de responsabilidade exclusiva do Programa Justiça Econômica, não podendo, em caso algum, dizer que representa a opinião da União Europeia.

Última modificação: 30 de Janeiro de 2018 às 13:22
Tem 0 comentários
captcha
Quero ser notificado por e-mail quando há novos comentários.