Direitos Sociais

http://direitosociais.org.br

Parceiros

CAFOD JubileoSul
Pastorais Sociais Grito de los Ecxluídos/as Commisao Barileira Pastoral Saudade

Com apoio da

UE

Natal – “Mudanças estruturais só serão possíveis através dos espaços de participação popular”, afirma ouvidora Lúcia Azevedo

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política realizou, neste último dia 23 de setembro, em Natal (RN), o segundo módulo do Curso Básico em Saúde levando para agentes da Pastoral da Saúde e lideranças comunitárias o tema do controle social e participação popular. A assessoria ficou por conta da ouvidora do Sistema Único de Saúde do Município, Lúcia de Fátima Azevedo.

Depois do momento de apresentação e da dinâmica do chapéu, onde os/as participantes são convidados/as a tirarem ou não o chapéu para a figura que aparece – resultado da oficina nacional sobre metodologia em Paulo Freire, realizada em São Paulo – os trabalhos foram iniciados num clima de muita descontração.

Atentos, os alunos acompanharam a fala da ouvidora Lúcia de Fátima Azevedo sobre a importância do controle social e dos espaços de representação popular que permite exercer esta prática. “A gente acredita que só através de capacitações, do conhecimento, as pessoas possam assumir esse papel de participar de um conselho, de vários até, porque tem setoriais, para poder transformar a realidade em que vivem, tornando-a melhor em todos os sentidos”, afirmou Lúcia de Fátima Azevedo.
Enfatizando a importância do projeto, a ouvidora acrescentou que é de grande valor momentos como estes em que as pessoas possam ter acesso à informação e que estes espaços de debates têm um caráter educativo muito relevante. “Só se pode empoderar as pessoas para que elas consigam mudanças através do conhecimento”, complementou. Falou, ainda, que em tempos de retrocessos e ameaças a direitos básicos é preciso que a população esteja atenta e bem informada diante deste quadro.

*O projeto *

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política é cofinanciado pela União Europeia e tem apoio da Agência Católica de Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (Cafod). É executado pelo Programa Justiça Econômica, do qual fazem parte o Grito dos/as Excluídos/as Continental, Pastoral Social, Pastoral da Saúde, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, contando com o apoio da rede Jubileu Sul Brasil. O principal propósito deste projeto é, através de formação e incidência política, garantir melhor acesso e informação sobre o sistema de saúde pública do Brasil para populações vulneráveis.

Para saber mais: www.direitosociais.org.br | Facebook: Programa Justiça Econômica
Emails: coord.direitosesaude@gmail.com | comunica.direitosesaude@gmail.com

O conteúdo deste material é de responsabilidade exclusiva do Programa Justiça Econômica, não podendo, em caso algum, dizer que representa a opinião da União Europeia.

Última modificação: 25 de Setembro de 2017 às 17:49
Tem 0 comentários
captcha
Quero ser notificado por e-mail quando há novos comentários.