Direitos Sociais

http://direitosociais.org.br

Parceiros

CAFOD JubileoSul
Pastorais Sociais Grito de los Ecxluídos/as Commisao Barileira Pastoral Saudade

Com apoio da

UE

Carta em defesa da democracia e proteção social

Publication date: 13 Agosto, 2019

A luta pela garantia da Seguridade Social além de reafirmar a importância da Saúde, Previdência e Assistência Social, que integram o Sistema de Proteção Social Brasileiro, nos coloca o desafio da defesa radical da democracia.

“É neste
momento em
que o ataque
aos direitos
parece vir por
todos os lados,
é a hora que
mais precisamos
juntar forças e
comunicar a
esperança.”

A luta pela garantia da Seguridade Social além de reafirmar a importância da Saúde, Previdência e Assistência Social, que integram o Sistema de Proteção Social Brasileiro, nos coloca o desafio da defesa radical da democracia.

Isto significa que precisamos nos contrapor às privatizações, aos cortes de orçamento das políticas sociais, à criminalização dos movimentos e a extinção dos canais de participação e controle social. Reconhecer a importância das lutas específicas, mas também compreender a necessidade de unificar esforços e energias em torno de bandeiras de luta que resgatem a defesa intransigente dos Direitos Humanos e Sociais.

A realização da 16ª Conferência Nacional de Saúde, de 4 a 7 de agosto, e a Conferência Nacional Democrática de Assistência Social, 25 e 26 de novembro, em Brasília, são símbolos desse exercício de unidade. Construídas através de muita luta e resistência nas ruas e praças desse nosso país, homens e mulheres, jovens, idosos, negros, indígenas, população em situação de rua e todas as pessoas que precisam de cuidados específicos experimentam a solidariedade entre si.

TAMO JUNTO” nessa caminhada!

E neste momento em que o ataque aos direitos parece vir de todos os lados, é a hora que mais precisamos juntar forças, estar presente nas mobilizações e outros espaços de incidência EM DEFESA DA SEGURIDADE SOCIAL. Vamos comunicar a esperança dialogando com as pessoas de forma criativa, retratando as situações de injustiça social, mas também tornando visível a arte e a cultura do nosso povo, especialmente, dos excluídos e marginalizados.

Momentos como este são difíceis. Precisamos enfrentar juntos e de cabeça erguida.
Levantamos a voz para dizer NÃO AO DESMONTE:

  • DA PREVIDÊNCIA
  • DO SUSSISTEMA ÚNICO DA SAÚDE
  • DO SUASSISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
  • DAS POLÍTICAS SOCIAIS, DURAMENTE AFETADAS PELA DESVINCULAÇÃO DO ORÇAMENTOBLICO

Vamos resgatar o Sistema de SEGURIDADE SOCIAL definido pela nossa Constituição Federal. Vamos construir coletivamente um país economicamente justo, politicamente democrático, socialmente equitativo, culturalmente plural, ecologicamente sustentável e religiosamente macro ecumênica.

Brasília, 2 de agosto de 2019.

Assinamos como sujeitos dessa história:

  • Direitos Sociais: Saúde e Seguridade Social
  • Grito dos Excluídos Continental
  • Pastoral da Saúde – CNBB Regional Sul 1
  • CNBB Pastorais Sociais
  • Rede Jubileu Sul Brasil
  • CAFOD
  • Frente em Defesa do SUAS e da Seguridade Social
  • ABRASCO
  • CEBES
  • Frente Inter-religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz
Última modificação: 13 de Agosto de 2019 às 19:46
Tem 0 comentários
captcha
Quero ser notificado por e-mail quando há novos comentários.