Alunos/as do Curso Básico em Saúde do Alvarenga (SBC),em São Paulo, recebem certificados

Rogéria Araujo

O coordenador nacional do projeto, Luiz Bassegio, falou sobre o objetivo do projeto e falou o quanto é importante defender a saúde pública no Brasil, sobretudo nos locais menos privilegiados socialmente. “Estes alunos/as foram formados para defender o SUS, exigir que ele funcione, fiscalizar, defender a saúde como um direito conforme diz a Constituição brasileira. E defendendo que a saúde não seja mercadoria”, falou.

Uma projeção de fotografias foi apresentada mostrando os principais momentos do Ano II, como os módulos de formação, palestras motivacionais, atividades públicas que chamaram a atenção para a saúde do bairro, como pedido de água potável e saneamento básico.

O Alvarenga segue agora para o terceiro e último ciclo do projeto, tendo marcado o primeiro módulo sobre “Território e Saúde” para o mês de setembro.

O projeto

O projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política é cofinanciado pela União Europeia e tem apoio da Agência Católica de Cooperação Internacional da Inglaterra e País de Gales (CAFOD). É executado pelo Programa Justiça Econômica, do qual fazem parte o Grito dos/as Excluídos/as Continental, Pastoral Social, Pastoral da Saúde, Comissão Brasileira de Justiça e Paz, contando com o apoio da rede Jubileu Sul Brasil.

Contatos: Rogéria Araujo (85) 99619.2566
Facebook: Programa Justiça Econômica

O conteúdo desta notícia é de responsabilidade exclusiva do Programa Justiça Econômica não podendo, em caso algum, dizer que representa a opinião da União Europeia.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Puedes usar estas etiquetas y atributos HTML:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>